bio

A artista paulistana Zilamar Takeda discute em seu trabalho as propriedades multidimensionais da essência do que é vivo e orgânico.

Incorporando referências da arte têxtil e art craft em sua produção, a escolha de seus materiais perpassa fibras e peles animais, tecidos, cera de abelha, minerais, flores, entre outros componentes orgânicos.

Os tridimensionais da artista revelam uma fusão entre releituras de formas existentes na natureza e na figura humana e índices subjetivos, da ordem do fantástico. A relação processual de Zilamar com sua obra se estabelece no percurso da artista como instrumentadora cirúrgica – daí o apreço e habilidade para o trabalho manual minucioso e delicado do tratar das fibras – e também por meio do resgate de memórias da infância observando seu pai, protótipo-desenhista, criando e transformando objetos pela casa. Memórias e imaginação, assim como retalhos de fotografias estampadas em tecidos, compõem a trama que dá a textura onírica das peças feitas por Zilamar.


The São Paulo artist Zilamar Takeda has been discussing in her work the multidimensional properties of the essence of what is alive and organic.

Incorporating references of the textile art and art craft in its production, the choice of its materials permeates animal fibers and skins, fabrics, beeswax, minerals, flowers, among other organic components.

The artist’s three-dimensional reveal a fusion between re-readings of existing forms in nature and the human figure and subjective indexes, from the order of the fantastic. Zilamar’s procedural relationship with her work establishes herself in the artist’s career as a surgical instrumentator – hence the appreciation and skill for the meticulous and delicate manual work of treating the fibers – and also through the rescue of childhood memories by observing her father, prototype -designer, creating and transforming objects around the house. Memories and imagination, as well as pieces of photographs stamped on fabrics, make up the fabric that gives the dream texture of the pieces made by Zilamar.

Curriculo:

1958

Trabalha e reside em São Paulo

zilamartakeda@gmail.com

Formação

1984 – Instrumentação Cirúrgica na Escola de Enfermagem do Hospital São Camilo, SP

Cursos Complementares

2018 e 2017 – Grupo de estudos: “livro de artistas, livros objetos entre vestígios e apagamento” com Fabíola Notari. Casa Cobtemporânea – SP

2009 – História da Arte, Galeria Mali Villas Boas, São Paulo – SP
Tingimento vegetal e estudos práticos com a artista e pesquisadora química Hisako Kawakami, São Paulo, SP.

2008 – Arte & Design Têxtil, Sommer akademie Wollknoll, Stuttgart – Alemanha

2006 e 2004 – Oficina II de Arte & Design Têxtil, Montevidéu, Uruguai com artista plástica Beatriz Schaaf

2002 – Tingimento Vegetal e estudos práticos com a artista pesquisadora Química Hisako Kawakami, São Paulo – SP

Exposições individuais

2016 – Superfície & Alma – Museu Paulo Setubal Tatuí – SP

2012 – Naturaleza – Museu Florestal Octávio Vecchi (Horto) – São Paulo – SP, curadoria Oscar D’Ambrosio

2011 – Naturaleza – Galeria de Arte Fernanda Perracini Milani – Jundiaí – São Paulo – SP

2010 – Espaço de Arte e Cultura da Sociedade Antroposófica do Brasil – São Paulo – SP

Exposições coletivas

2018

IV Imagem & Haicai curadoria Altina Felício – Memorial da América Latina, Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin – UPS – São Paulo
Mostra Blue&Blues curadoria Sandra Honnors – Espacio Uruguay – São Paulo – SP

2017

A Pluralidade dos Mundos – curadoria Cleusa Rossetto – Espaço Cultural Técnologia e Arte Fatec – São Paulo – SP
Movimentos e forma – sem curadoria, Galeria Lícia Simoneti – Limeira – São Paulo – SP
SALÕES
VII Salão Internacional de Artes visuais – São Paulo – SP
V Salão de Outono da America Latina – São Paulo – SP


2016

Claustro em Cores – curadoria Marcia Vinhas – Chaves – Portugal
Primeira Mostra de Pequenos Formatos – curadoria Lícia Simoneti – Limeira São Paulo- SP
III Imagem & Haicai – Biblioteca Brasiliana Guita e José |mindlin São Paulo – SP
Proiezioni/Percezioni – Mostra de fotografia – San Sperate , Cagliari – Sardenha – Itália
II IMagem & Haicai Museu Paulo Setúbal – Tatuí – São Paulo – SP
Sagrado – curadoria Altina Felício – Paço das Artes – Santo André – São Paulo – SP
II Mostra de Arte e Meio Ambiente – curadoria Carlos Almeida Universidade São Paulo de Piracicaba – São Paulo – SP


2015

Imagem & Haicai – curadoria Altina Felício – Biblioteca Latino-Americana – Memorial da America Latina – São Paulo – SP

Art in Box – curadoria Maria Ines Sabá – Museu e acervo Municipal Fotografo Haroldo Angelo – Valinhos – São Paulo – SP

Salões
De Arte de Vinhedo – Savi – Vinhedo – SP
De Outono da América Latina – Galeria Marta Trabba – Memorial da América Latina – São Paulo – SP

2014

À flor da pele- curadoria Altina Felicio – Casa do olhar Luiz Sacilotto – Santo André SP

Itinerância À flor da pele – Museu Histórico Paulo Setúbal – Tatuí – São Paulo – SP

Salão
XXVIII Salão de Artes Plásticas de Arceburgo – Minas Gerais – MG

2013

Travesías Textiles – Arte têxtil contemporânea – Casa de la Cultura de Maldonado – Punta Del Este – Uruguai

Memórias – Intersecções Primeiro Movimento – organização Zilamar Takeda – Museu Florestal Octávio Vecchi – São Paulo – SP

A Natureza e o Gesto – curadoria Altina Felicio – Espaço Cultural Parque D’água Branca – São Paulo – SP

Fulgurações – curadoria Altina Felicio – Espaço Cultural Parque D’agua Branca São Paulo – SP

XXVIII – Mostra de Arte Granja Viana, Centro Brasileiro Britânico, São Paulo – SP

Salão
14º International Triennial of Tapestry Lodz – Polônia

2012

Artistas Sem Curadoria – Liceu de Artes e Oficios / ParaTodos – Simultânea à Bienal Internacional de São Paulo – SP

Quilt & Craft Show Internacional – Unimed Curitiba, Paraná – PR

Que artista Plástico sou eu? – Curadoria Oscar D’Ambrosio Universidade Estadual Paulista (Unesp) São Paulo – SP

Exposição de Arte sobre Direitos Humanos – Universidade Estadual Paulista (Unesp) São Paulo

Tenet -Tecendo na Net – organização Renato imbroiso – A Casa museu do objeto brasileiro, São Paulo – SP

Mulheres de Fibras – organização Zilamar Takeda – Centro de Convenções Victor Brecheret – Atibaia – SP

2011

Primavera – curadoria companhia de arte e cultura – Entre Cores Espaço de Arte, São Paulo – SP

Arte têxtil – curadoria Nadia Rezende Espaço cultural livraria Cultura – São Paulo – SP

Arte Textile – Galeria Ramón Alva de La Canal – Xalapa – México

Tecendo Comentários entre Arte e Moda – curadoria Marcelo sales – A Casa Contemporânea – São Paulo – SP

XXVI Mostra de Arte Granja Viana, Centro Brasileiro Britânico, São Paulo – SP

Salão
Internacional Luso Brasileiro – São Paulo – SP

2010

Desejos – Arte Craft, espaço de arte Bunkyo da Sociedade da Cultura Japonesa no Brasil, São Paulo – SP

Solidão – Red Textila Iberoamericana, San José, Costa Rica

2009 – 2008

Psiu – Arte Craft, espaço de arte Bunkyo da Sociedade da Cultura Japonesa no Brasil, São Paulo – SP

Glóbulos – Centenário da Imigração Japonesa no Brasil, espaço de arte Bunkyo, São Paulo – SP

Salão
III Salão de Verão da Galeria Mali Villas Boas (InMemorian)

2007 – 2006

Espaço de arte Bunkyo, Sociedade da Cultura Japonesa no Brasil, São Paulo – SP

2005 – 2004 – 2003 – 2002

Exposição de Arte Craft e arte têxtil na Sociedade Amigos de Tókyo, curadoria Suzuki Noriko (InMemoriam), São Paulo – SP

PRÊMIOS

2011 – Escultura, Salão Internacional Luso Brasileiro, São Paulo – SP

2009 – Curso por um ano de História da Arte, Galeria Mali Villas Boas, São Paulo – SP

2008 – 2007 – Menção Honrosa – Arte Craft Bunkyo, Sociedade da Cultura Japonesa no Brasil, São Paulo – SP

2007 – Lugar Escultura, Cia Arte e Cultura – Espaço Vila Lobos – São Paulo – SP